domingo, 15 de julho de 2012

Arte e Decoração | Grafite

Isso não é uma janela - Autor:Tasso 
     O Grafite - Arte Urbana, é definido como "inscrição feita em paredes". Desde que se constituiu como arte jovem, a forma contemporânea de grafite tem alimentado muitas polêmicas, nascendo clandestino conquistou espaço e reconhecimento artístico ao longo das décadas. Em 2007 ocorreu um grande progresso no reconhecimento do grafite como arte, quando um quadro do ex-grafiteiro Jean-Michel Basquiat atingiu o valor de US$ 14,6 milhões.
        Nascido nas ruas como forma de protesto no fim da década de 60, só chegou as galerias na década de 80, mas sempre fez parte das expressões artísticas da humanidade. Fez parte da arte rupestre e de expressões populares no Império Romano. Herança das ideologias da Pop Art começou a surgir nas ruas da Filadélfia e de Nova Iorque. Os espaços públicos eram disputados por jovens querendo expressar sua insatisfação com a sociedade o que começou com assinaturas, consideradas pichações e vandalismo, evoluiu e deixaram a paisagem urbana mais colorida. O grafite se associou a música com os anos, principalmente ao hip-hop, fez parte da arte impressa em discos e serviu de inspiração para músicas.

Evolução do Grafite






O grafite passou a se integrar a paisagem urbana como nesse prédio na Russia.








Nesse armazém de decoração da AZ.







       A partir daí ele entrou em nossas vidas e em nossas casas fazendo com que cada ambiente se torne único. De um detalhe, a um teto inteiro cheio de arte, ideias e sensações completamente novas. 

 







           Transformando ambientes




           Podendo ser feito por um artista,





ou quem sabe por você mesmo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário